Mulher goza na mente.

Como fazer uma mulher feliz na cama?

Volta e meia recebo este tipo de dúvidas, de homens que gostariam de fazer o diabo com seus anjinhos. Eles querem saber onde tocar, como achar o ponto G, enfim, querem saber se existe um ponto mágico que possa abrir as portas da perdição.

Mulheres gozam na mente, por mais que um homem se esforce, se ele não abrir as portas do prazer, não conseguirá nada de uma mulher. E não adianta achar o ponto G ou saber direitinho onde fica o clitóris, pois nada irá responder aos estímulos se ele não ligar a fonte que é a mente.

De nada adianta ter o corpo de uma mulher, é preciso que ela se entregue de alma, caso contrário o corpo pode estar na cama, mas a mente estará bem longe (e muitas vezes entediado...)

Se um homem quer abrir as pernas de uma mulher, ele deve começar pela boca. O beijo, por mais que muitos homens desprezem na hora do sexo, é o um dos melhores afrodisíacos femininos.

Um homem pode esfregar a periquita, lamber e bolinar os seios, enfim, passar as mãos em todos os lugares do corpo de uma garota, e mesmo assim não conseguirá o mesmo efeito que um beijo bem dado.

Sim, muitas mulheres reclamam que durante os amassos elas ficam doidinhas para dar um picote, se abrem toda com um simples beijinho no pescoço, mas o sujeito já parte direto para os peitinhos, abre o zíper da sua calça, enfia a mão em sua bunda, enfim, o cara é tão afobado que o corpo não responde. Então elas se sentem secas...sem vontade.

O que acontece é que muitas vezes, na hora do sexo, muitos homens se esquecem da mulher, dedicando toda atenção ao seu corpo, como se só importassem a bunda, a vagina, os seios, tudo menos a mulher...

Se antes do sexo eles se esforçam em ser carinhosos e presentes, na hora da cama parece que se comportam como se elas não estivessem presentes.

Mulheres odeiam tudo que é automático, por isso muitas se fecham quando o homem se comporta como um robozinho, onde tudo parece ter sido programado. Não adianta saber onde fica o clitóris se o toque não for dado com carinho, se não existir o desejo de agradar. Muitos ainda se comportam como se tivessem que percorrer um intinerário, começando com meia dúzia de beijinhos, uma chupadinha em cada seio, três minutos de sexo oral, tudo para terminar na bendita penetração, na monotonia do eterno vai-e-vem.

Sim, meu caro, muitas mulheres reclamam que seus parceiros não sabem rebolar, mexer os quadris, ficando apenas no entra-e-sai. E como se não bastasse, tirando o contato do pinto com a vagina, muitas reclamam que quase não são tocadas. E não tem nada a ver com tocar nos peitinhos ou apertar suas bundinhas, o que elas gostariam é de sentir o corpo do parceiro se esfregando nos seus, sentir as coxas roçando no meio de suas pernas...

Vai por mim, se existe um ponto que deixa as mulheres malucas este lugar é o quadril.

O problema é que poucos homens sabem que podem deixar uma mulher doidinha, apenas segurando seus quadris.

Palavras certas podem surtir muito mais efeito que milhares de carinhos, principalmente se forem ditas para valoriza-las. Tudo bem que elas gostam de ouvir "eu te amo" , mas é preciso muito mais que isto para iluminar o rosto de uma mulher na hora da gozadinha (sim, meu chapa, as mulheres ficam iluminadas quando gozam). Por isso, em vez de repetir pela enésima vez "eu te amo", porque não variar um pouco e dizer os motivos que te fazem tão apaixonado, como seu sorriso ou jeitinho meigo como ela ajeita o elástico da calcinha?

Vai por mim, muito mais importante que saber que é amada uma mulher precisa saber os motivos deste amor.

Confiança é fundamental. Não adianta reclamar que a garota não tem demonstrado muito interesse nos ultimos picotes, se o toda vez que ela quer fazer algo de diferente você resolve cortar o barato. É preciso incentivá-la, fazer com que coloque pra fora o fogo que existe em toda mulher, pois muitas só mostram seu lado de puta (oh, abençoado lado!) para um homem quando ele merece.

Por isso, mesmo que um homem seja carinhoso, atencioso, enfim, um super namorado ou maridão, pode ser que esteja faltando um algo mais, como um pouco mais de paixão carnal.

Tudo bem que elas adoram saber que são amadas, mas não é por isso que querem ser tratadas como bonequinhas de porcelana o tempo todo.

Muitas querem um pouco mais de atrevimento, ouvir propostas indecentes sopradas em seus ouvidos, enfim, querem ser tratadas como mulheres, não como uma namoradinha pura.

..........................................................................................................

Leia meu livro QUERO SEU SORRISO DE VOLTA e vire uma mulher ruim e feliz!!

www.revistaandros.com.br - © Copyright 2014 - Revista Andros

Fale Conosco
www.revistaandros.com.br