Vendo a vida passar na janela

Como as pedras imóveis na praia eu fico ao teu lado
Sem saber
Dos amores que a vida me trouxe
E eu não eu não pude viver
Eu perdi o meu medo da chuva...

(Raul Seixas)

E aí? Quantos amores a vida lhe trouxe? Quantas chances você deixou passar, coisas que abriu mão, como amizades, oportunidades?

Enfim, há quanto tempo você está sentada na janela vendo a vida passar?

Afinal, por que chegou a este ponto? Posso não conhecê-la, nem ao menos imaginar como é seu rosto, mas sei que algo morreu dentro de você há muito tempo atrás - exatamente alguns anos após aquele "sim" dito com tanta confiança no altar. Nossa, mas que dia lindo aquele, não? Você podia jurar que seria para sempre, que até o dia do "Juízo Final" ele estaria ao seu lado, amando e adorando, sentindo cada dia mais a certeza de que ele era o homem da sua vida.

Não meu amor, você não é culpada pelo amor ter morrido, pelo casamento ter virado apenas convivência...

E nem mesmo ele é culpado de nada.

Esqueça as culpas. Liberte seu coração de todas as cobranças, sejam suas ou sobre ele...

E agora, depois de tanto tempo, depois de tantas desilusões que foram se acumulando dentro de sua alma, parece que por mais que tente, você não consegue mais ver motivos para continuar vivendo...Que coisa... Bem, viver é algo que há muito tempo deixou de fazer. Sim, porque agora você apenas existe. E a cada dia, assim que acorda até o momento em que vai dormir, parece que sua vida se resume à uma contagem regressiva, onde cada dia que termina é um xis a mais no calendário.

Mas qual é o final que você imagina, hein? O que? Você não imagina nada, apenas espera e deixa o tempo passar, assim, como se fosse levada pela correnteza, sem lutar, sem reagir, sem procurar uma margem, um galho em que possa se agarrar?

Não se deixe levar, por favor...

Sim, existe sim uma saída. Acredite, sempre vale a pena sonhar e desejar, porque somente a força do desejo é capaz de fazer com que perca o medo de arriscar. E na sua situação, por mais inseguro que pareça, arriscar é um preço muito baixo para se pagar. Afinal, se você já perdeu o brilho, se perdeu o tesão pela vida e a tristeza invadiu sua alma, o que mais tem para perder? Um casamento? Mas que casamento, me responda?

Hoje vocês mal se olham e a vida virou uma rotina silenciosa - normalmente quebrada pelas reclamações. Então, é isso que chama de casamento?

Beijo. Nossa, lembra como era gostoso beijar, sentir as salivas se misturando, o calor percorrendo o seu corpo, aquela coisa boa de saber que era desejada? E a felicidade de saber que ele estava chegando em casa, então? Você corria para recebê-lo com os braços abertos e se apertava bem contra seu corpo. E ficava lá, bem abraçadinha, com o coração acelerado, inebriada com o cheirinho gostoso do seu corpo...E bastava uma palavra:"Amor..."

Percebeu o que perdeu? Percebeu o que deixou passar?

Não, definitivamente, não se trata de fazer renascer o amor, mas de lembrá-la de como é bom o gosto da felicidade!! Sim, daquela coisa de rir de bobeira, de sentir o peito leve, a alma aliviada desta carga que há tanto tempo carrega.

E é por causa deste sentimento, da alegria, deste bem querer, que eu peço que não se entregue.

Acabe agora com este medo! Não acredite que tudo acabou, porque você pode fazer a partir de agora um novo começo, uma nova história. Sim, porque o bom da vida é saber que sempre existirá um amanhã. A diferença é o estado que estaremos diante do sol que nasce.

E se bobear é bem capaz dele, do seu maridão, também reviver e voltar a sorrir em outros braços. Claro, porque muitas vezes o que as pessoas menos percebem diante de uma relação falida é que acabaram se acorrentando umas nas outras.

"Mas o que me garante que não sofrerei ao me libertar deste casamento?"

Nada. As chances de sofrer ou ser feliz podem variar muito. Se bobear, devido ao tempo em que ficou atrelada à ele, é bem capaz de sofrer mais que heroína de novela mexicana. Sabe como é: tem aquela coisa de não estar preparada para o mercado de trabalho e acabar tendo que lavar roupa pra fora. Ou até "girar bolsinha" no calçadão para pagar o aluguel até que as coisas se acertem. Mas pelo menos você estará tentando, arriscando!

Hoje você é uma mulher infeliz...

Quer maior certeza que essa?

..........................................................................................................

Leia meu livro QUERO SEU SORRISO DE VOLTA e vire uma mulher ruim e feliz!!

www.revistaandros.com.br - © Copyright 2012 - Revista Andros

COMO ESQUECER
UM AMOR
Um ebook perfeito para quem quer "praticar" esquecimento

Só em ebook

JURO QUE É VERDADE
Um ebook com as mentiras mais comuns que os homens contam

Só em ebook

Homem
Manual da Usuária.
O primeiro livro que conta tudo sobre os homens.

Só em ebook

----------------------- voltar para página inicial
Fale Conosco