Amor de pica onde bate fica?

Às vezes acho que te amo, ás vezes acho que é só sexo...
Corações e Mentes -Titãs

Existem casais que quando estão na vertical a vida é um verdadeiro inferno. São brigas intermináveis, traições, porradas, e desejos sinceros de que o outro queime no fogo do inferno.

Ah, mas quando eles vão pra cama...Aí é aquele fogo, aquela paixão louca, uma vontade de devorar o outro. E é de frente, de ladinho, por trás e por baixo, com gritos e gemidos, pote de chantili, algemas, chicotinho, fio terra, beliscão nos mamilos, enfim, vale tudo!

Tirando o sexo, o que fica é aquela mistura de desejo e ódio.

Lógico que você já tentou se libertar milhares de vezes, só que ele tem a pegada certa. É, porque para você o cara até pode um tremendo de um cafajestes, mas ninguém mais sabe como ele te deixar molhadinha só com um olhar. E como você se entrega à estes prazeres, não é mesmo? Sim, você quer fugir e ao mesmo tempo conta os dias para a nova trepada...

Isso é o que podemos chamar de amor de pica.

Caramba, mas nem quando você se apaixonou pela primeira vez o beijo era tão bom...

Claro, porque beijo de tesão é muito diferente de beijo de amor.

Toda paixão movida exclusivamente pelo sexo é amor de pica. E igual a qualquer outra paixão, as pessoas costumam sofrer, chorar, muitas vezes achando que não é possível viver sem o outro. Ou seja: cria-se um apego sexual movido pela paixão. Sim, minha cara, o sexo é bom, a trepada dele é animal, mas o que te prende á ele é a paixão. Veja bem, não estou me referindo ao amor, mas daquela coisa de viver momentos tão intensos ao lado de um homem, que muitas vezes você se sente como se estivesse tomada pela adrenalina.

O nome disso é excitação. E a excitção muitas vezes pode ser muito mais forte do que uma droga, acredite. Veja bem, sem ele sua vida é "chata", quase não tem nenhum perigo, corre na maior tranquilidade. Mas quando ele chega, com seu jeito de cafajeste, te tratando como uma qualquer, bem,aí você amolece, fica entregue.

Sim, porque ele pode ser uma droga, mas proporciona orgasmos incríveis! Então, na dependência destes orgasmos, nada mais natural que certas mulheres acabem se apegando tanto, que acabam confundindo dependência sexual com amor.

Ou seja, você não sente falta do sexo, mas da excitação, do tesão porvocado pela adrenalina de estar com um cara que você não enxerga nenhuma qualidade além da sexual.

E o barato é tão louco, que acaba gerando uma necessidade tão grande, que acaba virando um vício.

Bem, é claro que quando não estão transando vocês também podem gastar um pouco de adrenalina brigando. Aliás, para muitos casais, brigar também é uma forma de prazer, porque a raiva que sentem um pelo outro acaba servindo como afrodisíaco!

Então, quanto mais brigam, mais eles fazem aquele "amor gostoso"

"Eu te odeio, sua puta!!"

"Eu quero que você morra, seu viado! Mas antes venha cá me comer"

Também pudera, com a dificuldade que algumas mulheres têm em encontrar um parceiro que "faça bem feito", não é de estranhar que não abram mão facilmente do jagunço de suas vidas.

Ou nunca reparou que para algumas mulheres, quanto mais cafajeste, mais o cara é bom de cama?

Mas existem mulheres que reclamam que o cara é um porre, do tipo que não gosta de sair, mas trepa que é uma maravilha. Cacete! Ou elas estão muito enganadas sobre o que é um sexo de verdade, ou o cara tem dupla personalidade. Sei lá, deve ser um destes mistérios, onde a vida com um cara pode ser tão emocionante quanto uma corrida de lesmas, mas na cama ele se transforma e vira "El Comedor".

Mas como eu não acredito em mistérios, o que acontece com estas mulheres é que muitas vezes elas se prendem á um homem destes não porque ele é o maior fudedor do planeta, mas porque o sentimento de rejeição acaba servindo como um afrodisíaco. Sim, porque quanto mais rejeitadas se sentem, mais elas querem transar com eles.

Mas o que fica depois de sexo? Então, se o "amor de pica" é aquela coisa que "onde bate fica", tirando o vazio no peito, o que fica? O tesão é saciado, a periquita se aquieta, e no final resta aquela pergunta: "O que eu sinto por ele?"

Oras, não existe amor de ocasião! Não tem destas de uma hora achar que ele é amor da sua vida, mas depois querer sumir, pegar outro rumo, enfim, se livrar desta dependência.

Amar não é estar junto apenas enquanto a ereção durar.

..........................................................................................................

Leia meu livro QUERO SEU SORRISO DE VOLTA e vire uma mulher ruim e feliz!!

www.revistaandros.com.br - © Copyright 2013 - Revista Andros

COMO ESQUECER
UM AMOR
Um ebook perfeito para quem quer "praticar" a libertação

Só em ebook

JURO QUE É VERDADE
Um ebook com as mentiras mais comuns que os homens contam

Só em ebook

Homem
Manual da Usuária.
O primeiro livro que conta tudo sobre os homens.

Só em ebook

Fale Conosco
voltar para página inicial